Se você pesquisou como funciona uma escada pressurizada, com certeza está preocupado com a segurança do imóvel que lhe é de responsabilidade.

E essa é uma preocupação coerente. Pois toda edificação deve atender a uma série de critérios de instalação de itens e equipamentos que promovem segurança e prevenção a acidentes.

Muitos desses itens são de presença obrigatória, exigidos por Leis Federais, Normas e Códigos de Segurança de cada Estado.

Em relação como funciona uma escada pressurizada, esse é o chamado sistema de insuflamento mecânico de ar no ambiente.

O ar penetrado evita a entrada de fumaça na área da escada, que é a principal rota de fuga das pessoas em caso de incêndio na edificação.

Mas quais equipamentos fazem esse sistema acontecer? Como eles devem ser instalados? É o que vamos explicar em detalhes a seguir.

Componentes de uma escada pressurizada

Primeiro devemos lembrar que a instalação dos equipamentos que tornam uma escada pressurizada é uma medida compensatória.

Ou seja, na ocasião em que especialistas em segurança elaboram um projeto contra incêndio e pânico e identificam a falta de ventilação na escada já construída, a orientação é que sejam instalados equipamentos para evitar a propagação da fumaça no ambiente.

Os equipamentos formam a escada pressurizada são: motoventilador, duto de captação, duto de insuflamento, duto vertical, grelhas de insuflamento, danter de sobrpressão, filtro de ar e veneziana de captação.

Motoventilador da escada pressurizada

O Motoventilador é também chamado de insuflador. Esse ventilador responsável por mandar o ar para a escada para eliminar a fumaça que impediria saída segura em caso de incêndio.

Motoventilador de escada pressurizada

Duto de captação

O duto é responsável por captar o ar externo. O ar chega até a sala de pressurização e é enviado para a escada. O duto de captação pode ser de alvenaria ou metálico.

Tudo o que você precisa saber sobre escada pressurizada - Engethink

Duto de insuflamento

O duto de insuflamento é ligado ao motoventilador até o duto vertical presente no corpo da escada. Pode ser metálico ou de alvenaria rebocado internamente, pois o isolamento deve ser garantido.

Duto vertical

O duto vertical deve ser de alvenaria ou metálico para conduzir o ar pressurizado.

 

Grelhas de insuflamento

As grelhas de insuflamento são responsáveis por distribuir e direcionar o ar insuflado do duto vertical no corpo da escada.

Devem ser reguláveis, para garantir a distribuição de ar no ambiente da escada. As grelhas devem ser distribuídas no corpo da escada, próxima ao piso de descarga e uma próxima ao último pavimento a ser pressurizado.

Grelha para Insuflamento - Difus-ar

Damper de sobrepressão

Os dampers de sobrepressão são para evitar o excesso de pressão do ambiente. A escada pressurizada não deve passar dos 60Pa.

O excesso de pressão pode comprometer o acesso às escadas de emergência, pois dificulta a abertura das portas corta-fogo.

Dampers de Sobre Pressão | TROX do Brasil Ltda.

Filtro de ar

O filtro de ar deve ser instalado na área de captação do ar externo, antes de chegar à sala de pressurização.

Esse filtro deve ser tipo que os especialistas chamam de classe G1, conforme a NBR 16101/2012 da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

O filtro deve ter retenção média de partículas de 50 a 65%. Além disso, deve garantir que o ar insuflado seja o mais limpo possível.

Filtro de Ar do Motor Chevrolet Agile 2009 até 2014 Corsinha 94 até 2006  Classic 1.0 03 até 2017 Montana 2011 até 2018 - Altese mobile

Veneziana de captação

As venezianas de captação deve captar o ar do ambiente externo para a sala de pressurização, por isso têm que estar presentes em locais que captem o ar mais limpo possível.

Preço de Venezianas Industriais - Grupo MB | AECweb

Sala de insuflamento

Antes de todos os equipamentos acima detalhados, é preciso pensar na sala de insuflamento. É nela onde fica o motoventilador. A sala e deve ser resistente ao fogo por 3 horas e possuir porta corta-fogo.

Geralmente, a sala de insuflamento é prevista nos andares mais baixos da edificação, pois deve receber ar externo.

A sala ainda deve contar ainda com quadro de energia e botão para desligamento manual do sistema.

Além disso o ambiente deverá possuir detectores de fumaça, pois o sistema deverá ser desligado ao ser detectado fumaça no ambiente para que a fumaça contaminada não seja insuflada para a escada.

Você também pode precisar saber:

Projetos contra incêndio e pânico para as edificações

Agora que você já sabe como funciona uma escada pressurizada, é importante saber também da importância dos projetos contra incêndio e pânico.

Os projetos são elaborados por engenheiros de segurança, após uma vistoria completa no imóvel em que são apontados quais equipamentos de combate e prevenção a incêndio devem existir e as medidas de instalação.

Essas exigências são baseadas em leis, exigidas pelo Corpo de Bombeiros. Só com o projeto de incêndio aprovado é possível a emissão do Atestado de Regularidade.

A GT Fire é uma empresa especialista em prevenção a incêndio e pânico. Clique aqui e faça o orçamento para seu imóvel ou evento temporário agora. Ou AQUI para falar diretamente com a equipe.