O vazamento de gás é um risco potencial à vida. Ao sentir aquele cheiro peculiar do produto no ar, é sinal que alguma coisa está errada no fogão ou a partir do botijão.

A inalação de gás pode resultar em sérios problemas de saúde. E o contato com faíscas, minimamente que seja, pode ocasionar uma explosão.

No entanto, identificar o foco do vazamento do gás e fazer o combate pode ser mais simples que se imagina.

Nós da GT Fire somos especialistas no combate e prevenção de acidentes com fogo, com elaboração de projetos e consultoria de instalação de equipamentos, além de treinamento de equipes de Brigada.

Por isso, separamos algumas instruções sobre como identificar e controlar o vazamento de gás neste artigo.

Abra portas e janelas ao sentir cheiro de gás

Sentiu aquele cheiro de gás? Não ligue nenhum aparelho de energia. Na verdade desligue os que já estiverem ligados e apenas abra as portas e janelas para arejar o local.

Lembrando que nunca se deve usar ventilador para acelerar a saída do gás.

Depois disso, saia do local até que todo o gás que está no ar saia. Inalar o produto é prejudicial à saúde, como já citamos acima.

Como identificar o vazamento de gás

Para identificar o vazamento de gás a dica é simples: utiliza uma esponja molhada com detergente e passe a espuma no cano e no registro do botijão.

Se bolhinhas se formarem, então você achou o vazamento. Então você deve trocar o registro do gás ou até mesmo a mangueira, que tem validade de cinco anos.

Se esse método não funcionar, entre em contato com sua distribuidora de gás ou ligue para o Corpo de Bombeiros Militar se o cheiro persistir (193).

Mas não esqueça de fechar o registro do gás e não use o fogão.

 

Você pode achar interessante também:

 

É recomendável ter um sistema de distribuição de gás?

O sistema de distribuição de gás por tubulações é seguro e tem muito utilizado em condomínios, edificações comerciais e até residências comuns.

Esse sistema é popularmente chamado de Central de Gás. É uma opção para quem tem condições de instalar toda a estrutura que vai desde o local de armazenamento dos cilindros até as tubulações que chegam no fogão.

Por outro lado, existem situações em que a central de gás é obrigatória, para garantir a segurança do imóvel e seus ocupantes.

A central de gás é obrigatória quando utilização de gás é superior a 45 quilos, em residenciais superior a 20 metros de altura, em imóveis comerciais superior a 500 metros quadrados ou imóveis acima de 750 metros quadrados.

Além disso, a construção do sistema de distribuição de gás deve atender a critérios estabelecidos pelo Corpo de Bombeiros de cada estado. Clique aqui e saiba mais sobre o assunto.

Gostou das dicas e quer tirar mais dúvidas sobre projetos contra incêndio e pânico, acessibilidade e prevenção a acidentes e agravos? Fale com a GT Fire, pois somos especialistas no assunto e teremos o prazer em te orientar sempre.